Greve em Alagoas: Policiais Penais resistem heroicamente e são exemplo para o Brasil

0
55
Policiais Penais de Alagoas

Os Policiais Penais de Alagoas estão em greve desde o final de Agosto. A discussão a respeito de melhores condições de trabalho e salários vem se arrastando há dois meses, quando desde Julho o Sindicato cobra a resolução das demandas. E como forma de protesto, os profissionais – especialmente os que trabalham no Presídio do Agreste – se recusam a receber e transferir presos.

O Sindicato dos Policiais Penais do Estado de Alagoas (SINAPPEN) informou que desde o dia 16 de Agosto, as visitas também estão suspensas para que a categoria pudesse sensibilizar o Governo e chamar atenção da sociedade alagoana em relação às reivindicações, tais como o realinhamento do subsídio, nivelamento da tabela do PCS, reposição salarial de 15% em cima da correção da tabela do PCS e a manutenção dos atuais direitos.

Policial Penal Vitor Leite Presidente do SINAPPEN e diretor da Federação Nacional da categoria (FENASPPEN)

No dia 25 de Agosto, chegou a ocorrer uma segunda reunião da categoria com a Seplag, onde o Governo, de acordo com o presidente do SINAPPEN, Vitor Leite, não apresentou nada de concreto. Dessa forma, a paralização foi retomada no dia 30 de agosto.

Já nesta quinta-feira (16), feriado em Alagoas, saíram em comboio de Maceió dois ônibus lotados de criminosos, totalizando 30 presos, com cerca de 50 viaturas na escolta, ocupadas por policiais militares e civis, mas a viagem foi perdida. Ao chegarem no Presídio do Agreste, em Girau do Ponciano, como já havia sido combinado entre os policiais penais, eles – policiais civis, militares e presos – não foram autorizados a entrar. “Quiseram nos intimidar e pressionar, passar por cima da nossa categoria, mas não conseguiram”, disse Vitor Leite.

Os Policiais Penais aguardam uma reunião com o governador Renan Filho. “Até lá a greve continua firme, cada vez mais forte com a mobilização exemplar dos Policiais Penais”, concluiu Vitor Leite.

Policial Penal Fernando Anunciação Presidente da FENASPPEN, Federação que representa os PPs alagoanos na esfera nacional

Os PPs alagoanos têm o apoio da Federação Nacional Sindical dos Policiais Penais (FENASPPEN) que representa a categoria nas questões nacionais. “Os alagoanos estão nesse momento dando exemplo para todo o conjunto de Policiais Penais e demais servidores públicos do Brasil, exemplo de luta, de persistência e de residência contra os abusos praticados pelo poder público pela manutenção dos seus direitos, por valorização profissional e reconhecimento social”, assim se manifestou Fernando Ferreira Anunciação, presidente da FENASPPEN.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui