Polícia Penal e órgãos de segurança criam Força Integrada para combater facções criminosas no Piauí

0
25

A Polícia Penal do Piauí vai integrar a Força Integrada de Segurança Pública, criada nesta terça-feira (19), durante reunião entre diversos representantes das forças de Segurança Pública na sede da Polícia Federal, em Teresina, com o objetivo de atuar contra organizações criminosas no estado do Piauí.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Policiais Penais do Piauí (SINPOLJUSPI), Vilobaldo Carvalho, a participação dos Policiais Penais é essencial para o trabalho coordenado entre as forças de Segurança, especialmente, nas unidades prisionais.

Reunião ocorreu na sede da Polícia Federal em Teresina

“Impensável se combater o crime organizado, especialmente as facções criminosas, sem uma atuação coordenada das forças de Segurança Pública com a participação da Polícia Penal, que tem competência constitucional privativa em relação à segurança dos estabelecimentos penais, que implica diretamente na Segurança Pública como um todo. Por isso, o Sindicato tem cobrado ao Governo do Estado a efetiva participação da Polícia Penal nas ações integradas das Forças de Segurança Pública”, pontuou Vilobaldo Carvalho.

Vilobaldo Carvalho, presidente do SINPOLJUSPI

A Força Integrada terá seu papel primordial de combater as ações das facções instaladas no Piauí, sobretudo na cidade de Parnaíba, região Norte do Estado.

Reunião definiu a criação da Força Integrada de Segurança Pública

Durante a reunião, ficou definido que a base da Força Integrada será instalada na Delegacia Regional da Polícia Federal, em Parnaíba.

Além da Polícia Penal do Piauí, fazem parte da Força Integrada de Segurança Pública a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil e também a Polícia Militar.

Forças de Segurança vão atuar coordenadas

O acordo de cooperação entre as polícias já é adotado em outros estados do Brasil e permitirá a aquisição de equipamentos, viaturas e sistemas de inteligência integrados.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui