Senador Elmano Férrer recebe lideranças da Segurança Pública e declara ser contra a quarentena eleitoral para policiais

0

O Senador Elmano Férrer reuniu-se em seu escritório político na tarde desta sexta-feira (01/10) com lideranças políticas e sindicais da área de segurança pública para tratar da proposta de Projeto de Lei Comementar 112/2021, que estabelece o Código Eleitoral, já aprovado na Câmara dos Deputados e em tramitação no Senado Federal.

Na proposta aprovada na Câmara dos Deputados foi colocado um dispositivo esdrúxulo e flagrantemente imoral e inconstitucional, que é a chamada quarentena para impedir que policiais gozem do direito constitucional e legítimo de elegibilidade, ou seja, de poder ser candidato, como cidadão, a qualquer cargo eletivo, um direito fundamental de cidadania.

Por outro lado, uma pessoa condenada em primeira instância, por mais horrendo que seja o crime, pode ser candidato a qualquer cargo eletivo, numa completa inversão de valores e desrespeito à livre escolha pública e com a democracia representativa. O Projeto de Lei aprovado na Câmara dos Deputados privilegia corruptos em detrimento a profissionais honrados e que defendem a sociedade, como é o caso dos policiais.

Em pauta o Projeto de Lei Complementar 112/2021

Entre as lideranças sindicais e políticas participaram da reunião o Presidente do SINPOLJUSPI (Policial Penal Vilobaldo Carvalho), o Presidente do SINDEPOL (Delegado Higgo Martins), o Diretor Jurídico do SINPOLPI (Perito Francisco Leal), a Secretária Geral da APECOM (Perita Ingrid Aguiar), a Delegada Anamelka, o Delegado Jetan e o atual Prefeito de Francinópolis e Presidente da APPM, Delegado Paulo César.

Durante a reunião o Senador Elmano Férrer deixou claro seu posicionamento contrário à imposição da quarentena e firmou o compromisso de que podem contar com o apoio do mesmo para garantir o direito a policiais serem candidatos a cargo eletivo sem a absurda quarentena, posto que se trata de um direito constitucional fundamental, preceito básico do Estado Democrático de Direito.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui