segunda-feira, janeiro 24, 2022
Início CONCURSOS SINPOLJUSPI cobra do governo a nomeação dos 71 Policiais Penais concursados

SINPOLJUSPI cobra do governo a nomeação dos 71 Policiais Penais concursados

O presidente do SINPOLJUSPI, Kleiton Holanda, entregou na tarde desta terça-feira (12) um novo ofício solicitando a nomeação, imediata, dos 71 Policiais Penais concludentes do curso de formação. O documento foi recebido pelo secretário de governo, Osmar Júnior, que prometeu agendar uma reunião com entre o sindicato e o governador Wellington Dias (PT).

No fim do ano passado, o governador do Piauí anunciou que os Policiais Penais recém-formados seriam chamados a partir de janeiro de 2021, o que até o momento não aconteceu. Os novos servidores ocupariam as vagas já existentes, na forma da lei.

Kleiton Holanda reforçou que a nomeação dos Policiais Penais que finalizaram recentemente o curso de formação, um total de 71, seria uma mera reposição de quadro de pessoal. A ocupação de vagas existentes pelos novos servidores foi adotada pelo governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, que assinou a nomeação de 327 novos Policiais Penais.

SINPOLJUSPI solicita nomeação de Policiais Penais

“De acordo com os dados coletados pelo sindicato perante a Secretaria de Justiça, 86 Agentes Penitenciários/Policiais Penais deixaram a profissão em 2019/2020, seja em razão de aposentadoria, óbitos ou pedidos de exoneração. Esse total pode chegar até 90 vagas, porque mais quatro servidores tiveram os atos de aposentadoria publicados após o levantamento”, explicou o presidente.

O vice-presidente do SINPOLJUSPI, Vilobaldo Carvalho, reforçou a importância da nomeação dos 71 Policiais Penais para um reforço nas unidades prisionais, que encontra-se em constante crescimento da população carcerária. Por outro lado, o quantitativo de Policiais Penais continua estagnado.

Policiais Penais recém-formados

“Os concursos que ocorreram não foram suficientes para repor o quadro de servidores. Nos últimos dois anos tivemos uma quantidade bem maior de aposentadorias, isso acaba fragilizando a segurança nas unidades prisionais, porque nos temos uma redução de profissionais. Por isso a nossa necessidade e nossa luta constante para nomeação dos novos Policiais Penais, que são fundamentais, principalmente agora com a criação da Polícia Penal”, destacou.

Por fim, o SINPOLJUSPI reafirma seu compromisso com sua categoria e com a sociedade piauiense no sentido de continuar a luta por um Sistema Prisional seguro e que cumpra a sua finalidade, com o avanço e fortalecimento da Polícia Penal como órgão integrante da Segurança Pública do Estado do Piauí.

 

Polícia Penal do Piauí
Assessoria de Comunicação
Instagram: @sinpoljuspi_fenaspen
Youtube: sinpoljuspi fenaspen
(86) 3226-3090
contato@sinpoljuspi.com.br

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS POPULARES

18 de Janeiro de 2022: Sindicato há 37 construindo a História dos Policiais Penais do Piauí

Neste 18 de janeiro de 2022 comemoramos 37 anos de fundação do SINPOLJUSPI. Em 1985 um grupo de guerreiros que sentiam a necessidade de...

Processo de Promoções da Polícia Penal já tramita no Karnak

Conforme anunciado pelo Sindicato, o processo que visa as promoções de 105 Policiais Penais já esta tramitando no Karnak na fase de confecção do...

Polícia Penal do Piauí cria Núcleo de Operações com Cães (NOC) em Bom Jesus

Com um ano e seis meses, Bolt é o primeiro cão policial do Sistema Prisional do Piauí e já está atuando em várias operações...

SINPOLJUSPI se reúne com secretário da Justiça na luta por benefícios para os Policiais Penais

O presidente do SINPOLJUSPI, Vilobaldo Carvalho, esteve reunido na manhã desta quinta-feira (13) com o Secretário da Justiça, Carlos Edílson, tratando de demandas da...

COMENTÁRIOS RECENTES