segunda-feira, janeiro 18, 2021
Início CONCURSOS SINPOLJUSPI cobra do governo a nomeação dos 71 Policiais Penais concursados

SINPOLJUSPI cobra do governo a nomeação dos 71 Policiais Penais concursados

O presidente do SINPOLJUSPI, Kleiton Holanda, entregou na tarde desta terça-feira (12) um novo ofício solicitando a nomeação, imediata, dos 71 Policiais Penais concludentes do curso de formação. O documento foi recebido pelo secretário de governo, Osmar Júnior, que prometeu agendar uma reunião com entre o sindicato e o governador Wellington Dias (PT).

No fim do ano passado, o governador do Piauí anunciou que os Policiais Penais recém-formados seriam chamados a partir de janeiro de 2021, o que até o momento não aconteceu. Os novos servidores ocupariam as vagas já existentes, na forma da lei.

Kleiton Holanda reforçou que a nomeação dos Policiais Penais que finalizaram recentemente o curso de formação, um total de 71, seria uma mera reposição de quadro de pessoal. A ocupação de vagas existentes pelos novos servidores foi adotada pelo governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, que assinou a nomeação de 327 novos Policiais Penais.

SINPOLJUSPI solicita nomeação de Policiais Penais

“De acordo com os dados coletados pelo sindicato perante a Secretaria de Justiça, 86 Agentes Penitenciários/Policiais Penais deixaram a profissão em 2019/2020, seja em razão de aposentadoria, óbitos ou pedidos de exoneração. Esse total pode chegar até 90 vagas, porque mais quatro servidores tiveram os atos de aposentadoria publicados após o levantamento”, explicou o presidente.

O vice-presidente do SINPOLJUSPI, Vilobaldo Carvalho, reforçou a importância da nomeação dos 71 Policiais Penais para um reforço nas unidades prisionais, que encontra-se em constante crescimento da população carcerária. Por outro lado, o quantitativo de Policiais Penais continua estagnado.

Policiais Penais recém-formados

“Os concursos que ocorreram não foram suficientes para repor o quadro de servidores. Nos últimos dois anos tivemos uma quantidade bem maior de aposentadorias, isso acaba fragilizando a segurança nas unidades prisionais, porque nos temos uma redução de profissionais. Por isso a nossa necessidade e nossa luta constante para nomeação dos novos Policiais Penais, que são fundamentais, principalmente agora com a criação da Polícia Penal”, destacou.

Por fim, o SINPOLJUSPI reafirma seu compromisso com sua categoria e com a sociedade piauiense no sentido de continuar a luta por um Sistema Prisional seguro e que cumpra a sua finalidade, com o avanço e fortalecimento da Polícia Penal como órgão integrante da Segurança Pública do Estado do Piauí.

 

Polícia Penal do Piauí
Assessoria de Comunicação
Instagram: @sinpoljuspi_fenaspen
Youtube: sinpoljuspi fenaspen
(86) 3226-3090
contato@sinpoljuspi.com.br

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MAIS POPULARES

Filiações de novos Policiais Penais reforçam atuação do Sinpoljuspi

A Constituição Federal de 1988 afirma que ao sindicato cabe representar o trabalhador e fazer sua defesa na esfera judicial ou administrativa. Partindo dessa...

Polícia Penal do Piauí solidifica controle da Penitenciária José Ribamar Leite em Teresina

Há décadas sendo administrada por policiais militares, a Penitenciária José Ribamar Leite, antiga Casa de Custódia de Teresina, passou por mudanças extraordinárias nos últimos...

Emenda Constitucional de criação da Polícia Penal do Piauí deverá ter texto corrigido

A Emenda Constitucional que criou a Polícia Penal do Estado do Piauí deverá ter o texto corrigido. Durante a promulgação da PEC, o SINPOLJUSPI...

SINPOLJUSPI cobra do governo a nomeação dos 71 Policiais Penais concursados

O presidente do SINPOLJUSPI, Kleiton Holanda, entregou na tarde desta terça-feira (12) um novo ofício solicitando a nomeação, imediata, dos 71 Policiais Penais concludentes...

COMENTÁRIOS RECENTES