SINPOLJUSPI se reúne com Comissão de Segurança Pública da OAB-PI

0
13

Diretores do SINPOLJUSPI estiveram reunidos com membros da Comissão de Segurança Pública da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Piauí, nesta terça-feira (09), tratando de questões relacionadas à Polícia Penal e ao funcionamento do Sistema Prisional.

Na oportunidade, os representantes do Sindicato relataram a importância da Polícia Penal para o funcionamento do Sistema de Justiça Criminal, operando ações importantes tanto para a segurança pública quanto para o cumprimento de determinações judiciais, mas que, entretanto, ainda não ocorreu a devida regulamentação da Polícia Penal pelo Governo do Estado.

Reunião do Sinpoljuspi com membros da OAB Piauí

Os representantes do Sindicato fizeram questão de explicar o funcionamento do Sistema Prisional, especialmente, quanto a procedimentos de segurança que vêm sendo adotados nas Unidades Prisionais, pontuando a importância de tais procedimentos para a segurança dos estabelecimentos penais. Destacaram as dificuldades, situações de superlotação, problemas de estrutura nas unidades e, principalmente, carência de profissionais, deixando de forma clara que os Policiais Penais realizam suas atividades de acordo com as condições ofertadas pelo Governo do Estado.

“O diálogo com instituições, a exemplo da OAB, é de suma importância para que possamos expôr a importância da Polícia Penal no contexto da segurança pública e do Sistema de Justiça Criminal, bem como as dificuldades encontradas devido a recorrente omissão do Estado na adoção de políticas que inibam a criminalidade violenta. E isso passa, inevitavelmente, por melhorias nas estruturas e condições adequadas de trabalho, bem como na ampliação do quadro de pessoal e valorização profissional”, disse o presidente do SINPOLJUSPI, Vilobaldo Carvalho.

Durante a reunião, pontuou-se ainda a questão da criminalidade violenta que tem assolado a sociedade, com atuação de facções criminosas. Neste ponto, os sindicalistas destacaram que a OAB tem importância fundamental, enquanto instituição da sociedade civil, de cobrar das autoridades políticas públicas que melhorem o funcionamento do Sistema de Justiça Criminal no seu todo, especialmente a reestruturação do aparato policial e condições adequadas de trabalho.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui